OMS declara como Emergência Global o surto de coronavírus

Esta é a quinta vez que a OMS declara estado de emergência internacional. Clique para ampliar a imagem.

A Organização Mundial da Saúde declarou hoje o surto de coronavírus iniciado em Wuhan, região central da China, como uma Emergência de Saúde Global. Oficialmente 170 pessoas morreram na China e mais de 8.100 foram infectadas pelo vírus, número superior ao vírus da SARS ocorrido em 2003.

Apesar do Alerta do OMS sobre a letalidade do cronavírus, autoridades sanitárias de alguns fazem corpo mole diante do perigo. O empresário brasileiro Richard Imgärtchen que no dia 28 conseguiu sair da China para Alemanha reclamou que procurou as autoridades sanitárias de Berlim para fazer os testes e foi desencorajado de todas as formas.

"Outros alertas de emergência foram usados para a epidemia de Zika em 2016."

Nome do Autor, Título

"Estão criando dificuldades de toda ordem. Tentei buscar uma grande clínica de saúde e me disseram que deveria procurar outro hospital pois não tinham como fazer o teste. No outro hospital disseram que o teste teriam um custo de 300 euros e não aceitavam plano de saúde. Pior, recomendaram que eu telefonasse para o Corpo de Bombeiro dizendo que estava doente para aí sim desencadear um atendimento." contou o ele bastante desapontado com o descaso.

"Eu estou bem, não tenho febre, apenas cansaço, mal estar e estresse devido a viagem, mas se contraí o vírus, estou colocando involuntariamente a vida de outras pessoas em risco por negligência das autoridades germânicas", reforçou. Após fazer os testes, Richard pretende vir para o Brasil.

Casos de infecção foram relatados em 19 outros países ao redor do mundo. Os sintomas da doença podem variar de leve a mortal e se parecem muito com uma gripe. 

Este livro está à venda agora por preço PROMOCIONAL na Amazon. Compre Já!

"Nas últimas semanas, testemunhamos o surgimento de um patógeno desconhecido, que evoluiu para um surto sem precedentes", disse o diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, na quinta-feira, quando anunciou a declaração de emergência. "Não sabemos que tipo de dano esse vírus poderia causar se fosse espalhado em um país com um sistema de saúde mais fraco. Precisamos agir agora para ajudar os países a se prepararem para essa possibilidade", ponderou.

A declaração de emergência de saúde global existe desde 2005 e só foi usada cinco vezes antes. Uma emergência global foi declarada para dois surtos de Ebola: um iniciado em 2013 na África Ocidental e outro em andamento na República Democrática do Congo em 2018. Outros alertas de emergência foram usados para a epidemia de Zika em 2016, para a poliomielite emergindo em zonas de guerra em 2014 e para a pandemia de gripe suína em 2009.

 

avatar Avelar Livio Santos
Jornalista e consultor de internet
 |   |   |   |   |   | 

 

 


Topo