Carta Aberta ao Presidente Jair Messias Bolsonaro

 01.05.2020: 12:29 AM      1742
Compartilhar é curtir... lembrar... cuidar... gostar...

CARTA ABERTA ao presidente da República Federativa do Brasil Jair Messias Bolsonaro


Joinville, 01 de maio de 2020
Dia do Trabalho

Presidente, vou continuar apoiando seu governo até final de 2022, quando pretendo votar novamente no senhor, se for candidato ou não aparecer outro melhor, o que acho difícil. Todavia, sinto que do jeito que as coisas vão indo pode acontecer com o senhor e o Brasil o que se passou com Macri e a Argentina dias atrás.

O pior é que, nós eleitores, nada podemos fazer além de manifestações que o STF, o Congresso e a extrema-mídia esquerdista já tenta criminalizar. Fui em todas as manifestações que resultaram na conscientização dos brasileiros, na derrubada do governo corrupto e na sua eleição.

Porém, vejo que o senhor está cedendo, muitas vezes pisando em cascas de banana que o senhor mesmo jogou, Por exemplo: antecipar ideias e projetos que a esquerdalha sabidamente vai criticar, sabotar e jogar contra antes mesmo de sair do papel. Acredito que estas decisões e ações devem ser bem discutidas, ou implantadas de pronto, porque a crítica virá de qualquer jeito. E quando vier, esteja pronto para REBATER ATACANDO os antagonistas, explicando ao povo porquê estes não querem que se tome tal medida.

Está ficando muito difícil, presidene. O senhor está cedendo campo demais para aqueles que tudo o que querem é vê-lo fora da cadeira de presidente. Quanto mais ATACAM, mais o senhor se DEFENDE, e quanto mais se DEFENDE, mais AUMENTA O ÓDIO destes adversários que não admitem um Brasil JUSTO, ORDEIRO E TRABALHADOR.

Como na guerra, se não temos um plano não adianta ser bonzinho, agradar, facilitar as coisas para o inimigo, pois isto fará aumentar sua coragem e o desejo de luta, capitão.

Votamos no senhor para LUTAR e FAZER, não para JUSTIFICAR e NEGOCIAR com sabotadores, se vitimizar como tem feito com Maia, Alcolumbre, Toffoli e este tal Alexandre. Isto pode ser usado uma ou duas vezes estratégicamente, mas na terceira vez a platéia vai se cansar e desistir.

Veja o caso do STF: se o presidente pode nomear o diretor da PF e este tem que ser delegado, quem é o careca metido a Duce na fila do pão para vetar a nomeação de Alexandre Ramagem. Se este não pode ser diretor da PF, também não pode ser diretor da ABIN, nem mesmo delegado da ativa da PF, simples como "dois mais dois quatro". Não se pode titubiar, admitir que "dois mais dois podem ser cinco", pois aí já deu razão aos seus inimigos.

Me desculpe, capitão, mas permitir ao rábula tucano demitir Ramagem da ABIN foi muita ingenuidade... Pô, presidente, o senhor foi eleito porque sempre foi um lutador, um batalhador destemido contra a servidão comunista. Não vai me dizer que era tudo encenação, que combatia apenas por puro estilo político em contraponto aos adversários, apenas para reforçar a imagem de gladiador.

O tempo está passando, presidente. Seu PRIMEIRO mandato já caminha para a metade e depois para o fim. Sei que o senhor foi traído por OPORTUNISTAS, gente em quem confiou e ajudou, mas pense em quantos amigos leais poderão ajudar compondo uma nova e boa equipe já na segunda metade ou no próximo governo.

Precisa cultivar este novo círculo de confiança agora, JÁ! Nunca perca o foco: despetetizar o aparelho de Estado e realizar as sonhadas reformas estruturais em benefício dos brasileiros. Além de suas virtudes pessoais, foi isto também que motivou o apio dos 57 milhões de brasileiros ao seu nome.

Precisa formar novos quadros de auxiliáres e repensar seu ESTADO-MAIOR com pessoas atuantes, seriamente engajadas ideologicamente com o projeto original de governo. Se combate a ideologia esquerdista com outra ideologia moralmente elevada, inspirada dos valores cristãos.

Não dá mais para governar com positivistas, gente parada no tempo e com as mesmas fórmulas do governo militar. Aqueles foram tempos duros de combate armado com terroristas, mas, infelizmente, os militares foram negligentes na guerra ideológica. Como resultado, hoje são execrados por aqueles que anistiaram e hoje vivem confortavelmente de Bolsa Ditadura. Ou seja, permitiram o avanço da esquerda gramsciana sobre o aparelho de Estado, militantes pagos pelo erário para nos impor a SERVIDÃO SOCIALISTA.

Quando querem destruir seus adversário eles usam e abusam das leis, mas quando estão no poder, eles as violam sem o menor pudor. Presidente, acho que, do alto dos seus 30 anos de política, mais do que ninguém o senhor sabe da periculosidade do adversário, como vítima de facada, fraudes, golpes, traições, ataques covardes e traiçoeiros de toda a ordem.

Os inimigos já colocaram o pé na porta do Palácio e pretendem entrar com tudo. Ao ressuscitar o novo velho Plano de Desenvolvimento do Governo Militar dos anos 70, o senhor colocou para dentro do Palácio Alvorada o Cavalo de Tróia que permitirá aos esquerdistas derrubarem Paulo Guedes, a "Helena" do seu Plano Econômico.

Veja o caso de Sérgio Moro, por exemplo. Pelo que contou no seu pronunciamento à nação, o herói da Lava Jato já deveria ter sido demitido há muito tempo. A sua saída intempestiva do governo, ao que parece, não mudou o quadro de apoio na sociedade. Acredito que a aprovação do seu do seu governo continua acima de 60%. Porém, eu e muitos apoiadores mais chegados, sentimos que o senhor foi complacente com a procrastinação do ministro egocêntrico, empurrando casos importantes com a barriga, passando a sensação de congelamento da Lava Jato, apesar do sucesso comprovado na área criminal.

O cara é um exemplo típico de globalista, burocrata que se julga acima do bem e do mal. Estava traindo a confiança depositada, conspirando contra o governo ao apresentar pautas progressistas totalmente inconcebível com seu plano de ação e o desejo da maioria dos brasileiros conservadores. Moro ficou tão à vontade neste um ano e quatro meses que teve a ousadia de desferir a "facada nas costas" antes mesmo de deixar o Ministério da Justiça.

Pior, fez aquilo como se desejasse permanecer no cargo durante um suposto processo de transição para o novo governo provisório do golpista e presidente interino Nhono Botafogo Maia. Em sua cabeça, tinha como certo que continuaria como ministro-chefe durante a Queda da Bastilha.

Agora, vamos combinar, né presidente. Nada a ver aquelas historinhas de sua família de que o filho 04 pegou metade do condomínio. Pare de dar tiro no pé, amigo. Deixe de viajar na maionese. Evite jogar casca de banana no próprio caminho. Pare de cometer sincericídios. Foi aquela fala desnecessária sobre a intimidade ocasional com o delegado que despertou o sentimento de inveja no careca ditador do STF, ao se transformar em fiscal de amizades.

O brasileiro que o apoia é muito tolerante, pesidene. Ele entende a pressão que está sofrendo, reconhece seu sacrifício e se condói quando vê o senhor preso no corner tomando porrada esperando o gongo. Queremos ação, ganchos de esquerda combinados com diretos fortes de direita, gingando, enervando o adversário, mantendo ele nas cordas, na defensiva, sem condições de contra ataque. Não telefone seus golpes para o petralha, ataque rápido e seja duro, devolva o golpe baixo com um cruzado a toda sua força.

Um general não fala o que vai fazer no campo de batalha, muito menos um presidente. Feche mais a boca, capitão. Não debata com ativistas, subversivos comunistas, gente que o senhor chama inocentemente de grande imprensa.

Jornalismo imparcial, inteligente e ético como antigamente não existe mais. Jornalismo livre e democrático migrou para o campo de batalha da internet. As grandes empresas de comunicação hoje são coletivos de desinformação a serviço de projetos e partidos políticos. Se sustentam PUBLICANDO MENTIRAS e ESCONDENDO VERDADES, como outras organizações políticas financiada com dinheiro público, de globalistas e de comunistas chineses. Não estão nem aí para sua audiências.

É claro que 90% dos "jornalistas" que cobrem política sentem um ódio mortal pelo senhor e seu governo. Apenas 10% dos profissionais de imprensa são confiáveis, afeitos às relações de independência, respeito e confiança com suas fontes, pois sabem que seu patrão mais importante é a sua AUDIÊNCIA.

Portanto, mantenha suas "lives" de conversa pessoal como seus eleitores, mas monte uma assessoria de imprensa profissional, competente e especializada em se relacionar com esta extrema-mídia golpista. Desenvolva relações pessoais com profissionais respeitáveis e imparciais da mídia, na base do olho no olho, tête-à-tête.

Já reparou que, nestes quase 500 dias de governo, tudo o que disse foi usado contra o senhor no tribunal, na mídia e no congresso. Isso tem sido assim deste o primeiro dia e deve piorar daqui para frente.

O senhor ainda tem tempo para se reposicionar e enfrentar isto de um jeito mais efetivo. A hora é agora e o senhor é a esperança de uma mudança, quebra de paradigma e da hegemonia marxista que infecta o Brasil e a América Latina. O mundo inteiro está de olho na sua performance, incluindo o presidente Donald Trump.

Todos os dias, na "Fila do Gargarejo" - apelido da entrada do Palácio do Planalto onde cumprimenta apoiadores e fala como a imprensa - o senhor repete a mesma ladainha: "Não deturpem o que eu falo; Digam a verdade; Não inventem mentiras para vender jornal." E eles dão risadas da sua ingenuidade em achar que fazem o que fazem para vender mais jornal. No dia seguinte voltam como uma nova peganidinha, prontos para statar a próxima narrativa destruidora da sua reputação. Eles são assim mesmo, é da natureza dos marxistas.

Como eu disse, a maioria dos jornalistas no Brasil e no mundo foi infectada pelo #comunavirus. No nosso caso, eles competem para ver quem produz a FAKE NEWS mais criativa e destrutiva contra seu governo. Sendo assim, não adianta tratá-los coletivamente, corporativamente e com atenção e respeito achando que são bons meninos, jovens "focas" despreparadas para exercer o bom jornalismo.

Bem-vindo à GUERRA de NARRATIVAS, presidente. O senhor está acuado por agentes bem treinados, ideologicamente obcecados, que fazem perguntas inconvenientes e depois dão gargalhadas quando, de volta às redações, ambiente que conheço muito bem, mostram vídeos e áudios aos editores com suas falas do tipo: "A BIG está na minha mão, táokay; Sou o presidente que mais fala com a imprensa; Aceitem, eu fui eleito, PÔÔÔÔRRA!"

Nãââo! Não se engane, presidente. Eles não riem dos palavrões, do seu pavio curto ou do seu jeito simpático de TIOZÃO DO CHURRASCO. Eles adoram esta parte e até incentivam, pois é nestes momentos reativos e descontraídos que roubam as melhores pérolas para a coleção de narrativas.

Eles dão gargalhadas é da sua impotência, fragilidade e, principalmente, da DISPERSÃO que provocam na sua atenção para questões que realmente importam à nação. Os jornalistas, em sua maioria, são militantes políticos com missão determinada de manipular perguntas para manter o senhor paralisado, ao alcance das mordidas das hienas covardes, pois fazem parte da matilha.

Sei que nenhum assessor puxa-saco te dirá estas coisas, presidente. Mas como eleitor, apoiador e defensor das suas propostas de governo, me sinto na obrigação de fazer este alerta com objetivo construtivo. Caso esta carta chegar até o senhor, leia com calma, quando tiver tempo, reflita e se reposicione, aproveite enquanto está no Timão do Barco.

O tempo está passando, a crise está braba e do alto da minha experiência de vida, enntendo que devemos morrer lutando do que deixar meu país se transformar numa Cuba ou Venezuela. O senhor acha que muda a cabeça de um comunista assim do dia para noite? Nem pensar. De cada 100 marxistas doutrinado nas universidades, apenas 2 conseguem se livrar dos dogmas introjetados em seus cérebros. E assim mesmo, este é um processo lento que pode levar até 10, 20 ou 30 anos. Fiz faculdade de jornalismo, sei do que estou falando.

Presidente, o senhor sabe muito bem que está lidando com psicopatas, gente do mau que manda matar adversários pelo simples fato de discordar ou se livrar deles na corrida pelo poder. Como pode tratar estas pessoas como gente desinformada, despreparadas ou simplesmente desonestas, quando sabe que, por elas, o senhor estaria sob sete palmos de terra desde aquele 6 de agosto de 2018, em Juiz de Fora.

Foi eleito para FAZER, presidente, não para se JUSTIFICAR, passar pano em adversários que o atacam covarde e diuturnamente. Seus eleitores confiam e esperam que o senhor FAÇA O QUE TEM QUE SER FEITO, CUSTE O QUE CUSTAR, MELINDRE QUEM MELINDRAR. Sabemos que o senhor não é do tipo VITIMISTA, COITADISTA, então adote de uma vez por todas o velho e infalível lema do BATEU, LEVOU.

Bancar o sujeito bonzinho, comportadinho, militar respeitador da hierarquia, acanhado pela liturgia do cargo de presidente, só fará assanhar os COMUNISTAS canalhas, cúmplices de 200 milhões mortes nos últimos 100 anos. Esta gente usa a democracia para DESTRUÍ-LA por dentro, sorrateiramente. Portanto, deve ser combatida com igual ou maior força.

Os verdadeiros FASCISTAS são os que xingam o senhor do que eles são, para que fique na defensiva e não possa identifica-los e denunciálos como tal. O senhor provou ser um CONSERVADOR, tem um projeto econômico LIBERAL e é isso o que mais TEMEM os parasitas do Estado.

HOJE é 01 de Maio de 2020, Dia do Trabalho. Estamos há 486 dias sem corrupção no Governo Federal. Meus Parabéns! Obrigado! Vivi para me orgulhar disto. Claro que a liberação de verbas a fundo perdido para os GOVERNADORES E PREFEITOS vai dar problemas logo aí na frente.

Alguns deles usaram o CONFINAMENTO para quebrar a economia e colocar a culpa no seu governo, bem como praticar SUPERFATURAMENTO de obras para enriquecimento e compra de votos. Quando estes crimes vierem à tona, os brasileiros ouvidão da mesma mídia o nome do único "culpado": Jair Messias Bolsonaro.

É claro que os opositores vão colocar a culpa no seu governo, só para dar boas risadas quando a imprensa engajada lhe perguntar maliciosamente: "Presidente, o senhor se gaba de que seu governo não tem nenhum caso de corrupção: se deu o dinheiro para governadoes e prefeitos corruptos, então o senhor foi no mínimo conivente, ou tão desonestos quanto eles, pois sabia que isto ia acontecer. O que tem a dizer sobre isso?"

Viu! Te pegaram de novo, presidente. Imagino a sua resposta. Aí não adianta dizer que não tem nada a ver com isso ou que o dinheiro foi para os Estados por decisão do Congresso e determinação do STF. Foi mais ou menos o que disse quando respondeu à jornalistas que não tinha nada a ver com as 5000 mortes do coronavírus,

ERRADO! Tem sim capitão. O senhor tinha que ter peitado o Congresso e o STF, estas CURRUTELA do Foro de São Paulo, lá atrás, de bate pronto. O Legislativo e o Judiciário não se cansam de acusá-lo de conspirar contra a democrácia, ao mesmo tempo em que rasgam a Constituição com estocadas golpistas contra o Executivo e ninguém diz absolutamente nada. Bastam um manifestante erguer uma bandeira do Brasil, pacífica e passivamente, para estes mesmos canalhas o acusarem de estar conspirando contra a democracia, pedindo AI5 e a volta da ditadura militar.

O Supremo CASSOU as prerrogativas do Executivo, CONFISCOU seu poder de comandar as ações de combade a pandemia através de um programa sanitário global. O SUS é um órgão federal do Ministério da Saúde, responsável pela POLÍTICA NACIONAL do setor. Sendo assim, o senhor jamais podia aceitar esta desfeita resignado. Deveria ter reagido imediatamente, denunciado a patifaria, peitado o Supremo, demitido o seu Mandetta, desmoralizado Botafogo Maia e criado uma Força Tarefa Nacional de combate ao #CORONAVIRUS. Resultado, vão te culpar assim mesmo pelas milhares de mortes inevitáveis.

O FATO se repete com a cassação de suas prerrogativas em preencher a equipe governo. Ao questionar o Duce III Alexandre de Moraes, para que remova Alexandre Ramagem também da ABIN, já que barrou sua posse PF, o senhor deu a outra face ao bandido de toga.

Pôôôôô capitão, tome tenência. O senhor está lidando com ateus perseguidores de cristãos, não pode oferecer a outra face a um comunista pois ele te mata sem qualquer remorso. A melhor defesa com esta gente é o ataque. O fascista vai bater sempre com mais força, pois, ao se defender de forma tão acanhada, pacífica, fez foi aumentar o ódio e o ressentimento dos conspiradores.

A verdade é que o Brasil vive praticamente sob uma ditadura indireta chinesa. O STF não passa de uma CURRUTELA do Foro de São Paulo, como bem diagnosticou o filósofo Olavo de Carvalho, uma das mentes mais lúcidas hoje nos EUA. Por falar nisso, acho que deveria consulta-lo com mais frequência, pois se fosse ruim para o senhor, seus adversários apoiariam com certeza. O caso do veto monocrático à nomeação da diretoria da Polícia Federal é bem ilustrativo do ESTADO DE EXCEÇÃO que estamos vivendo.

Me desculpe, presidente, mas não se pode RESPEITAR quem nos DESRESPEITA. Novamente faltou firmeza de sua parte. O senhor tem mais poder do que um mero integrante do STF, não pode se submeter à uma decisão monocrática de um ministrinho metido a besta e depois ainda lhe dar a outra face. Quer brincar de Deus?

Infelizmente a sua assessoria jurídica é uma lástima, se é que existe. Resumindo o caso: Se cabe ao presidente nomear o diretor da PF e este precisa ser delegado da ativa, quem é o careca Duce na fila do pão para vetar a nomeação de Alexandre Ramagem.

O Foro de São Paulo, uma organização subversiva para criação da Pátria Grande Comunista, escolheu o PDT para entrar com pedido de liminar justo ao ministro Alexandre de Moraes, ligado à organização através do PSDB.

Mas enfim, quase todos os partidos políticos brasileiros fazem para desta ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA que ninguém ainda ousou investigar, mas que distribui tarefas, interfere e força decisões no coração da nossa República. Não estaria aí a motivação primária para suspensão da posse do novo diretor da PF escolhido pelo presidente?

BINGO! O certo é que os agentes do Foro de São Paulo se negam a entregar a Polícia Federal ao Executivo. Desenhando: não reconhecem a legitimidade do Presidente da República. O tucano que atua como delegado do Toffoli no AI5 das Fake News do STF, agiu muito rápido na cassação de suas prerrogativas. Como se não bastasse, o senhor acatou prontamente já que também está cercado de assessores juídicos e generais medrosos ou simpatizantes do bolivarianismo. Assim fica difícil.

Presidente Bolsonaro, é chegada a hora de partir para COMBATE INSTITUCIONAL contra cada uma das violações RECORRENTES que atingem o poder máximo da República. Como chefe da nação, o senhor não pode permitr que o EXECUTIVO fique refém de corruptos e traidores da democracia, golpistas hospedados no Congresso e Supremo Tribunal Federal. Convoque um conselho jurídico à altura do desafio e contrate assessores comprometidos com o seu projeto original de governo, antes que seja tarde demais.

 Avelar Livio dos Santos
jornalista

 


 

avatar Avelar Livio Santos
Jornalista e consultor de internet
 |   |   |   |   |   | 

 

 

 01.05.2020: 12:29 AM      1742 democracia brasil stf bolsonaro

Comentários (0)

Olá, deixe seu comentário...

Topo