Saiba porque JUSTIÇA e 'justiça social' são coisas bem diferentes

 24.02.2020: 06:58 PM      299
Compartilhar é curtir... lembrar... cuidar... gostar...

Não espere ser CALUNIADO por um ESTELIONATÁRIO que usa a ideologia e influência política para corromper a JUSTIÇA e dobrar seus joelhos frente ao conceito discricionário de "justiça social". Não se deixe levar pelos insufladores dos conflitos de raça, riqueza, cor, gênero, sexo, idade, profissão, religião, grau de instrução, entre outros.

Veja neste artigo, com vários vídeos e até um filme imperdível, qual a diferença entre JUSTIÇA e o eufemismo "justiça social", Entenda como a ideologia marxista relativizou JUSTIÇA e contaminou o direito individual à vida, à propriedade e à liberdade. Conheça detalhes dos seus direito naturais para não ser vítima de injustiças e calúnias daqueles que exploram os coitados e criminalizam inocentes para impor suas narrativas discricionárias.

O

ator americano Jussie Smollett, 37 anos, foi indiciado hoje, 24/02/2010, mais uma vez, num total de seis acusações sendo a principal por falsa denúncia de crime. Tudo aconteceu em janeiro de 2019, quando o ator, que é negro e gay assumido, disse ter sido atacado por dois homens brancos apoiadores de Donald Trump.

Na ocasião Hillary Clinton e Obama cobraram JUSTIÇA após o ator do programa de televisão Empire relatar à polícia que os agressores passaram um laço em seu pescoço e derramaram alvejante sobre ele depois de provocá-lo com comentários raciais e homofóbicos. O caso teve repercussão mundial e dividiu os EUA em termos de raça e orientação sexual, bem ao gosto dos ditos "progressistas", segundo matéria do site BREITBART.

Inoculados pelo marxismo cultural, os Democratas fizeram muita pressão pela punição dos supostos racistas, até a polícia descobrir que tudo não passou de uma farsa engendrada pelo ator gayzista, ao simular o crime com ajuda de dois imigrantes negros que confessaram ter recebido U$ 3 mil pelo ação teatral. A Policia apresentou então 16 queixas crimes contra o ator estelionatário, mas o processo foi arquivado por pressões da extrema-mídia, políticos e servidores ideólogos da tal JUSTIÇA SOCIAL, sob alegação de que o COITADINHO é uma ser OPRIMIDO, JUDIADO pelo preconceito da sociedade.

 

 Ator americano que denunciou falso crime de racismo e homofobia volta ao banco dos réus para que a JUSTIÇA seja feita.

Inconformada com o prejuízo moral, gastos da investigações e custas processuais, a Polícia insistiu na penalização e pagamento de indenização pelo falsário. O caso foi reaberto seis meses depois e hoje Smollett voltou à condição de réu porque a JUSTIÇA não pode se submeter às narrativas histéricas baseada em sentimentalismos racistas e sexistas de políticos socialistas.

O senso de JUSTIÇA é um bom referencial para explicar se uma nação está no PRIMEIRO ou no TERCEIRO MUNDO. O próprio entendimento da palavra JUSTIÇA, simples assim, sem adjetivações, é revelador do grau de percepção e experiência da sua aplicação em diferentes sociedades.

JUSTIÇA, simplesmente JUSTIÇA, é o resultado da efetiva execução de um conjunto normas acordadas por cidadãos nacionais para definir DIREITOS e DEVERES de cada e qualquer indivíduo, sendo baseadas no conhecimento acumulado ao longo do tempo pela sociedade. A verdadeira JUSTIÇA trata todos em pé de igualdade, não DISCRIMINA raça, trabalho, riqueza, cor, gênero, sexo, idade, profissão, religião, grau de instrução, etc.

 

 JUSTIÇA SOCIAL dos petralhas é isso: a profissão mais honesta é do político corrupto, porque todo ano, por mais LADRÃO que ele seja, tem que ir para as ruas pedir voto povo. O LADRÃO concursado não...

Acredite, JUSTIÇA SOCIAL é uma eufemismo ideológico criado pelos marxistas para tornar a aplicação da lei ambivalente e assim abrir o caminho da revolução. Esta JUSTIÇA SOCIAL encontra terra fértil em ambientes de injustiça, especialmente nas nações do TERCEIRO MUNDO, onde prolifera as condição ideais para se semear o ódio de classe, raça, trabalho, riqueza, cor, gênero, sexo, idade, profissão, religião, grau de instrução, tudo inversamente proporcional à noção simples e grandiosa de JUSTIÇA, fator de alavancagem do progresso maior das nações do PRIMEIRO MUNDO.

Sentimos que existe JUSTIÇA numa nação onde a lei vale para todos, não apenas para os menos ou mais aquinhoados, mas principalmente e na mesma medida para os governantes e operadores do próprio judiciário. JUSTIÇA nua e crua começa com a aplicação da lei pura e simples, baseada nos três direitos naturais e fundamentais da pessoa humana.


Vamos às três condições fundamentas para haver JUSTIÇA:

1) DIREITO Á VIDA - Nenhum individuo pode atentar contra vida, ferir ou agredir fisicamente outro indivíduo, sob pena de sofrer sanção proporcional ao dano causado, independentemente da raça, riqueza, sexo, poder ou status social. Na prática uma pessoa que causa intencionalmente um simples arranhão na outra tem que ser equitativamente penalizada pela JUSTIÇA, de maneira rápida e cristalina, para conter a disseminação indesejável da violência. A não punição significa um prêmio ao criminoso, uma usurpação do direito de JUSTIÇA da vítima, um incentivo à criminalidade e à violência.

Para os fascistas, nazistas, socialistas, comunistas, radicais defensores da JUSTIÇA SOCIAL, assim mesmo, suavizada pelo eufemismo, significa coisa muito diferente de JUSTIÇA. Para estes engenheiros sociais, o DIREITO À VIDA vale apenas como discurso doutrinário para semear o ódio e provocar AÇÕES VIOLENTAS por parte das pretensas "vítimas", usada como objeto de manipulação política de sua ideologia. Claro, seus dirigentes partidários estão acima de qualquer juízo.

 

 Jornalista Regina Vilela ganha processo na JUSTIÇA contra o PSOL só porque associou o partido ao militante Adélio Bispo, preso por tentar TIRAR A VIDA de Bolsonaro.


Com a moralidade afetada pelos dogmas do marxismo, eles ignoram que crimes contra a vida são condutas milenares na história da humanidade, tão mais evidentes quanto menor o senso de JUSTIÇA e desenvolvimento da sociedade. Neste sentido, fascistas, nazistas, socialistas e comunistas fazem apologia explícita do LATROCÍNIO como ação socialmente justa. Não para ajudar ou integrar o criminoso à convível social, mas para potencializar sua letalidade e usá-lo como soldado na GUERRA REVOLUCIONÁRIA pelo poder.


2) DIREITO À PROPRIEDADE - Todo indivíduo, por questão de JUSTIÇA, tem direito a possuir, usar e desfrutar plenamente dos bens adquiridos como recursos legítimos, herdados ou auferidos pelo seu esforço, seja braçal, intelectual ou empresarial. Trata-se do direito básico de propriedade, uma pacto social importante que assegura que um rico não pode tirar um celular de um pobre e vice-versa. Mas, principalmente, nenhuma autoridade ou personalidade poderosa possa tomar sua casa ou tomar suas terras em nome de um ser subjetivo como coletivo social.

Para fascistas, nazistas, socialistas, comunistas, radicais defensores da JUSTIÇA SOCIAL o direito de propriedade é RELATIVO. Uma de suas principais bandeiras para a degradação da sociedade ocidental onde ainda não tomaram o poder é justamente a criação de dispositivos de RELATIVIZAÇÃO DA PROPRIEDADE, leis ditadas por organismos internacionais aparelhados com militantes da causa, caso da ONU, UE, ONGs e outras entidades financiadas por metacapitalistas apoiadores do globalismo e do socialismo.

 

 Psicopata, mentiroso e ladrão, condenado a morrer na cadeia e com vários processos aínda não julgados, é solto pelo STF, ataca a JUSTIÇA e diz que não pode ver jovem coitadinho de 14 ladrão de celular ser preso pela Polícia.


Exemplo concreto: hoje no Brasil já existe uma parafernália de leis municipais, estaduais e federais sendo aplicadas por juízes que colocam o direito social (essa coisa abstrata) como mais importante que o da propriedade de um trabalhador. Isto começou com o Usucapião e hoje se alastrou de tal forma que, ao alugar sua casa família necessitada ou ceder para uma parente qualquer você pode acabar sendo despejado de sua moradia em nome desta coisa exdrúxula chamada JUSTIÇA SOCIAL.

Os intelectuais comunistas do PT, PSOL, PCdoB e outros partidos de esquerda defendem hoje que um ladrão tem todo o direito de roubar seu celular, até mesmo com o uso de arma caso você não demonstre boa vontade em entregar o aparelho à vítima da sociedade. O próprio "alma viva mais honesta" cuja quadrilha roubou cerca de R$ 3 trilhões do erário, disse recentemente após seu tirado da cadeia pelo STF que a polícia comete grande injustiça ao prender jovens ladrões de celulares.

Existem centenas de casos no país que comprovam a violação do DIREITO À PROPRIEDADE, ampliando a cada dia o sentimento de injustiça, incerteza, ressentimento, roubo e o caos social, entre todas as camadas da sociedade. A precarização da propriedade é uma ação planejada pelos comunistas, mas apenas um primeiro estágio da degradação necessária para a instalação definitiva do REGIME DA SERVIDÃO, tal como aconteceu em Cuba, onde os Castros se tornaram os DONOS DE TUDO O QUE EXISTE.

 

 A candidata do PT a prefeitura do Rio Márcia Tiburi fazendo apologia do assalto e xingando de FASCISTA (exatamente o que ela é) os defensores da JUSTIÇA.

3) DIREITO À LIBERDADE - Todo indivíduo é livre para pensar, dizer e agir, exceto os casos de impedimento definidos no aparato legal pactuado e publicitado pelos cidadãos nacionais. A liberdade de pensar, de dizer o que pensa, de fazer o que quer, de ir e vir, de escolher seus governantes formam a condição primária para concretização da JUSTIÇA. Sem desfrutar destes valores essenciais, sem exercitar sua liberdade plenamente, no limite da responsabilidade, o indivíduo não evolui, a sociedade não avança, a nação não prospera e as desigualdades sociais se multiplicam.

Exemplo: qualquer cidadão deve se sentir seguro por pensar, opinar e votar diferente do seu vizinho ou parente, seja ele negro, gay ou ateu, pois ambos têm consciência do que é JUSTIÇA e respeitam o livre arbítrio do outro, já que medem seus direitos utilizando a mesma régua legal. Isto elimina preconceitos, reforça a integridade moral das pessoas e o pertencimento nacional.

Para os fascistas, nazistas, socialistas, comunistas, radicais defensores da JUSTIÇA SOCIAL, a LIBERDADE do indivíduo é um privilégio burguês egoista a ser combatido e dizimado, pois deve ser submissa ao interesse coletivo. Claro, isto não se aplica à pirâmide do partido pois, como insufladores orgânicos da LUTA DE CLASSE, estes revolucionários estão autorizados a exercitar o INDIVIDUALISMO e o EGOISMO ao limite máximo, para melhor comandar seus REBANHOS e COLETIVOS.

 

 Assista ao filme aci REVOLUÇÃO DOS BICHOS de George Orwell e tudo ficará mais claro para você verdadeira JUSTIÇA SOCIAL do ponto de vista comunista.

Como na REVOLUÇÃO DOS BICHOS, de George Orwell (Clique e assista este filme clássico imperdível acima), quando um comunista lhe diz TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI... você precisa completar sua frase: SIM, MAS ALGUNS SÃO MAIS IGUAIS. Como eles mesmo admitem, o comunismo é uma espécie de religião onde DEUS é o PARTIDO representado por seu dirigente máximo, o mais psicopata entre os apóstolos.

A bíblia comunista não está baseada em verdades, testemunhos de fatos, acontecimentos notórios da vida humana, exemplos que servem como espelho da nossa realidade comprovada no Evangelho Cristão. Não, o manifesto comunista se baseia no discurso de mentira, do ódio e do ressentimento. Tudo é pensado, escrito e dito numa linguagem dialética de duplo sentido, sempre tirando proveito do conflito moral, criando narrativas para incitar seus seguidores à VIOLÊNCIA como o único caminho para a PAZ e a felicidade terrena que, eles sabem mais do que ninguém, nunca virá pois é impossível.

Para os comunistas os meios pouco importam. O melhor mesmo está no desfrute de ser protagonista de um processo revolucionário e na oportunidade de acumulação de riqueza e poder que ele proporciona, além do sentimento de onipotência na condução da tribo de incautos rumo o Paraíso inatingível.

 

avatar Avelar Livio Santos
Jornalista e consultor de internet
 |   |   |   |   |   | 

 

 

 24.02.2020: 06:58 PM      299 gayzismo racismo socialismo social justica

Comentários (0)

Olá, deixe seu comentário...

Topo