Seu Ratão e o casamento politicamente correto de Dona Baratinha

 21.02.2020: 05:18 PM      331
Compartilhar é curtir... lembrar... cuidar... gostar...

Foto dos alunos e professores do Grupo Escolar Armênio Ribeiro, distrito Tibiriça, Pres. Epitácio, SP, ano 1960/61, durante a apresentação da peça teatral infantil "Casamento de Dona Baratina. Clique para ampliar a imagem.

Aos nove para dez anos de idade, 1960/61, participei como coadjuvante de uma peça teatral infantil, "O casamento de Dona Baratinha". O professor que dirigiu a coisa me colocou no papel de Sr. Ratão. Se tirar sarro eu xingo, hein...

Na época fiquei muito ofendido, achei que estavam tirando uma com minha cara. Que merda de personagem foram me arranjar, ainda por cima morria afogado na panela de feijão. Fiquei puto da vida. O trauma deve ter ferrado com minha carreira de ator canastrão de novela da Globo. Brincadeira, veja que eu sou sério desde criança. kkkkkkkkkkkkkk

Na foto, reunindo professores, funcionários e alunos do Grupo Escolar Armênio Macário Ribeiro, onde estudei o primário, no distrito de Tibiriçá, Presidente Epitácio, SP, sou aquele garoto de joelho com um remendo escuro na calça branca.

Clique no link abaixo para ver versão atual da peça, já afetada pelo "politicamente correto". Na versão original seu Ratão morre afogado na panela de feijão, agora ele perde a noiva apenas por comer muito feijão. Estes marxistas de uma figa estão tornando a vida das crianças cada dia mais insonsa, sem graça:

Assista o vídeo e conheça a versão moderna da peça "O Casamento de Dona Baratinha.

 

 

 

avatar Avelar Livio Santos
Jornalista e consultor de internet
 |   |   |   |   |   | 

 

 

 21.02.2020: 05:18 PM      331 avelar teatro epitacio tibirica

Comentários (0)

Olá, deixe seu comentário...

Topo