Comunistas devem ser julgados por democídio de 200 milhões

 18.02.2020: 03:14 PM      242
Compartilhar é curtir... lembrar... cuidar... gostar...

Historiador compara comunismo a um vírus e propõe tribunal de Nuremberg para julgar comunas por assassinatos em massa de 200 milhões de compatriotas no século XX.

Historiador italiano Roberto de Mattei denunciou que o comunismo foi responsável pela maior matança da humanidade no século XX, em termos vítima, área de abrangência, duração e disseminação de ódio na sociedade. Ele defendeu "um julgamento do comunismo análogo aos julgamentos de Nuremberg" que condenou os nazistas por um número menor mas não menos graves de crimes durante guerra.

A proposta do professor foi lançada durante a conferência nacional do conservadorismo realizada em Roma na semana passada, segundo o noticiou o site lifesitenews.com. Para Mattei, o "vírus comunista" está bem vivo e atuante no mundo e já infectou grande parte do Ocidente, bem como a Igreja Católica. A declaração foi feita dias antes do papa bolivariano receber o 'alma viva mais honesta" no Vaticano.

 

 

O historiador observou que o comunismo continua sendo difundido por forças poderosas como a grande mídia internacional e por ditaduras comunistas como a da China, de países bolivarianos da América Latina, da África e de organizações políticas europeias. 

"Não foi por acaso que Vladimir Bukovsky definiu a União Européia como a 'União Européia das Repúblicas Soviéticas'", comentou. Vladimir Konstantinovich Bukovsky foi um ativista e escritor britânico de direitos humanos nascido na Rússia, uma figura proeminente no movimento dissidente soviético, de 1950 até meados da década de 1970.

"O número de vítimas do comunismo sobe facilmente a duzentos milhões de pessoas - superando, em quantidade, duas guerras mundiais e todos os terremotos e epidemias do século XX," reforçou o filósofo Olavo de Carvalho ao comentar a possibilidade de um tribunal para julgamento dos criminosos comunistas e seus cúmplices.

"Qualquer indivíduo que nutra alguma simpatia por esse empreendimento mortífero tem de ser considerado um psicopata, uma alma criminosa, alguém que deve não apenas ser excluído de toda atividade política, educacional, jornalística ou cultural, mas expelido de toda convivência com pessoas decentes", completou.

Para muitos comunistas de hoje, o comunismo na URSS fracassou após 90 anos devido a leniência dos seus líderes mais contemporâneos como Leonid Brejnev, Mikhail Gorbachev e Boris Yeltsin. Tivesse mantido a linha dura e matado mais algumas dezenas de milhões, bem possível que o regime comunista estivesse oficialmente vivo até hoje, avaliam.

O atual presidente da Rússia, Vladmir Putin, é um comunista treinado como agente da famigerada KGB. Ele está no poder há 21 anos e não demonstra o menor interesse em deixar o cargo. Sequer permite que outro líder, comunista ou não, ameace sua posição concorrendo a uma eleição presidencial. Todos que tentaram foram presos por supostos crimes de incitação à violência ou conspiração contra os interesses nacionais.

Após a DERRUBADA do muro de Berlim, a URSS pariu centenas de metacapitalistas nas encubadoras da corrupção que funcionavam no útero do sistema. De simples burocrata do partido, Putin se emergiu como homem mais rico do mundo. Estima-se que sua fortuna some U$ 200 bilhões, ascensão natural para todos ditadores comunistas pois, quando assumem o poder, confiscam as propriedades dos nacionais otários e passam a ser os DONOS DE TUDO, de fato e de direito, com poderes sobre a vida e a morte de inimigos e amigos indesejáveis.

 

avatar Avelar Livio Santos
Jornalista e consultor de internet
 |   |   |   |   |   | 

 

 

 18.02.2020: 03:14 PM      242 nuremberg nurem mattei comunisto

Comentários (0)

Olá, deixe seu comentário...

Topo