Caminhoneiro dá aula para economistas, professores e socialistas

 04.02.2020: 04:29 PM      199
Compartilhar é curtir... lembrar... cuidar... gostar...

Os americanos pagam bons salários não porque são bonzinhos, mas porque a oferta de emprego é grande falta mão de obra no mercado, ensina o caminhoneiro brasileiro anônimo morador nos EUA.

Trabalhador brasileiro radicado nos EUA dá uma aula básica de economia para economistas, professores e estudantes que abraçam a narrativa embolorada do socialismo pregando o estado grande, o planejamento central e a igualdade na miséria.

Caminhoneiro na terra de Tio Sam, ele conta que no Brasil tem menos de 2 milhões de caminhões e o transporte férreo está sucateado. Mesmo assim os motoristas de caminhão reclamam do óbvio, baixo valor do frete e da falta de carga.

Nos EUA, disse ele, temos 21 milhões de caminhões e o transporte ferroviário funciona a todo vapor. O que falta motorista para trabalhar com salário altíssimo, compara.

"O governo no Brasil é grande demais, ineficiente demais, corrupto demais. O governo não distribui renda. Quem distribui renda é o mercado. Nos EUA o salário é bom devido a escassez de mão de obra.

Ele defende a redução de impostos como medida básica para aumentar o investimento das empresas e a oferta de emprego, já que isso é o que faz aumentar o salário. Aqui eles não pagam um salário bom porque são bonzinhos. Pagam porque precisam de mão de obra.

 

avatar Avelar Livio Santos
Jornalista e consultor de internet
 |   |   |   |   |   | 

 

 

 04.02.2020: 04:29 PM      199 salario emprego caminhao

Comentários (0)

Olá, deixe seu comentário...

Topo