Governo admite sumiço de milhões de contas do FGTS

 10.01.2020: 10:09 PM      71
Compartilhar é curtir... lembrar... cuidar... gostar...
SETE milhões de trabalhadores desempregados e endividados não podem sacar suas contas inativas do FGTS. Simplesmente a metade do dinheiro, 25 dos 43 bilhões previstos, DESAPARECEU.

O

governo não sabe direito o que aconteceu. Alega falta de depósito por parte do empregador como se não fosse sua a responsabilidade de cobrança. Trabalhadores que dias antes constataram a existência de saldo nas contas inativas do FGTS deram com os burros n’água e estão saindo desolados da boca do caixa.

O saque de contas inativas foi autorizado com estardalhaço pelo governo para aliviar a vida de milhões de brasileiros desempregados e endividados. De quebra, foi uma boa medida para frear a RECESSÃO, resultado de 13 de governo populista, mentiroso, corrupto e incompetente do PT.

AGORA O INACREDITÁVEL. O Ministério do Trabalho transfere para o trabalhador, vitima do estelionato, a responsabilidade pelo desfalque. Diz para ele correr atrás do ex-patrão para cobrar ou recolhimento do FGTS em atraso. Dá vontade de sair matando...

Quem garante que não foi o próprio governo que sumiu com o dinheiro do FGTS e agora quer dar o calote no trabalhador OTÁRIO.

Responda estas perguntas:

  • Não foi o governo que criou o FGTS?
  • Não é o governo que determina o desconto do empregado na fonte?
  • Não é o governo o responsável pelo recolhimento do empregador?
  • Não é o governo que usa o dinheiro a juro baixo para emprestar pros amiguinhos dos políticos?
  • Não foi o governo que repassou FGTS ao BNDES para financiar obras em ditaduras bolivarianas e africanas mediante comissão para o Lula?
  • Não é o Governo o fiel depositário do FGTS de milhões de trabalhadores?
  • Quando o brasileiro vai largar mão de ser BURRO e entender que todos estes “benefícios trabalhistas” não passam de golpe para roubar seu salário?

NÃO PRECISA RESPONDER ...

Esclarecimentos sobre o calendário de recebimento.

 

O DIREITO DE SER ENGANADO

OFGTS é mais uma destas pegadinhas sem graça que o governo criou para tirar dinheiro do trabalhador. Acenando com benefícios e vantagens que nunca se concretizam, o dinheiro sacado “obrigatoriamente” no contracheque do trabalhador é depositado “forçosamente” nos cofres da Caixa, onde rende bem menos que a Poupança e perde longe para a inflação.

É como se os generosos políticos pensassem assim: 

Seu babaca irresponsável, vamos pegar uma parte do seu salário (FGTS) pra você não torrar tudo na cachaça. Então deixe esta grana aqui que um dia nós te devolveremos uma bolada com juro e correção monetária.

 

Resultado é que parte do seu salário que deveria vir todo mês para sua família acaba retido rendendo 3% ao ano enquanto você afunda no cheque especial pagando 450% ao ano. Veja que o governo também cobra um percentual ainda maior de FGTS do empregador, dinheiro que obviamente deveria agregar ao salário e ser entregue ao trabalhador empregado pois é quem sabe onde aperta o calo.

Agora, se alguém falar em acabar com o FGTS ou pelo menos mudar as regras para que o trabalhador possa escolher a melhor aplicação, aí é um Deus nos acuda. Logo aparece políticos e dirigentes dos 3000 sindicatos pelegos gritando que ‘ninguém vai mexer nos direitos dos trabalhadô’ (sic). kkkkkkk, só dando risada.

avatar Avelar Livio Santos
Jornalista e consultor de internet
 |   |   |   |   |   | 

 

 10.01.2020: 10:09 PM      71 fgts caixa

Comentários (0)

Olá, deixe seu comentário...

Topo