1953
THE WASHINGTON POST -- 

Jeff Bezos, fundador da Amazon.com foi o primeiro empresário da nova economia a mirar no jornalismo industrial com a compra do jornal The Washington Post por apenas 250 milhões de dólares. Para se ter uma idéia de valor, basta dizer que o Whatsapp foi comprado pelo Facebbok por 22 bilhões, valor 88 vezes maior que o pago por um dos jornais mais conceituados do mundo. 

Agora foi a vez do criador do eBay.com Pierre Omydiar investir valor parecido num projeto de jornalismo digital investigativo liderado Glenn Greenwald, jornalista responsável pela divulgação dos segredos da espionagem da NSA. As informações foram vazadas por Edward Snowden.

Ex-funcionário do centro informação estatal dos EUA, Snowden está foragido na Europa, mas com certeza as informações sigilosas que possui se encontram espalhadas pelo mundo,  descentralizadas, confome a proposta original dos criadores da internet.

Sempre disse que os donos dos meios de comunicação analógicos como jornais, revistas e TVs têm cada dia menos tempo para mudar seus negócios, vender ou dar baixa na Fazenda Pública. A perda de leitores e clientes é visível por conta da incompreensão das mudanças tecnológicas e culturais da sociedade.

Em parte o declínio se deve à resistência em criar um modelo de negócio digital inovador capaz de gerar conteúdo de menor custo mas com grande percepção de valor para o público. Este novo modelo requer processos de produção totalmente diferente, ou seja, um nova plataforma de negócio de comunicação, assim como foi o revista, o rádio e a TV.

O alerta serve também para nós jornalistas, que resistem em aceitar a desruptura do velho modelo. Como reação natural, desistem de adotar as novas ferramentas para entrega do conteúdo demandado pela sociedade.

Os detalhes das operações acima estão no Observatório da Imprensa:

Observatório da Imprensa

 

AVELAR LIVIO DOS SANTOS
Jornalista e consultor de internet
Fale conosco

 

   

comentários



Anuncie

Topo