947
BOLIVARIANO - 

Baixem os vídeos do Youtube sobre mal feitos dos bolivarianos porque eles podem usar o seu dinheiro para apagar tudo da internet.

É exatamente isso o que vem fazendo o presidente Rafael Correa, do Equador, amigo pessoal de Lula e Dilma, além de assíduo participante do Foro de São Paulo. Pasmem! Ele gastou milhões de dólares do orçamento público para censurar a internet.

Segundo o site norte-americano BuzzFeed, Correa contratou uma empresa mexicana a peso de ouro para remover do YouTube, Facebook, Vimeo e Dailymotion, documentários e outras informações críticas sobre ele próprio e sua esposa

Segundo o site, nada menos do que 4,7 milhões de dólares foram gastos pelo presidente equatoriano em apenas um contrato. A empresa prestadora de serviço de censura informava em relatórios semanais a supressão dos vídeos, entre eles um documentário crítico de autoria do cineasta Santiago Villa, com denúncias de crime eleitoral e acusações a Correa taxando-o de ditador.

Também foi deletado um vídeo em que um ex-assessor da esposa de Correa acusa a primeira dama de perseguição. Outro que desapareceu da rede era um relatório de uma fuga de presos de prisão segurança máxima do Equador.

 

AVELAR LIVIO DOS SANTOS
Jornalista e consultor de internet
Fale conosco

 

   

comentários



Anuncie

Topo